Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2021

5 discos independentes de cantoras brasileiras - e um pouco de suas histórias

Imagem
A música brasileira está, mais do que nunca, em perigo. O consumo está cada vez mais americanizado e as atenções estão cada vez mais voltadas para o mercado internacional (no dia de hoje, 14/6/2021, a música mais tocada no país é da americana Olivia Rodrigo, seguida pela britânica Dua Lipa); num contraponto, os artistas brasileiros que não se encaixam no padrão comercial enfrentam dificuldades macabras para se manter de pé - vendem o carro, arranjam empregos convencionais, voltam para a casa dos pais no interior, têm lives pagas negadas e recebem cada vez menos retorno das plataformas digitais. A situação torna-se ainda pior quando a música brasileira começa a ser fetichizada: ouvir artistas do Brasil é considerado pretensioso e colocado sob o falso (e pejorativo) rótulo de "hipster". Em 2021, ouvir Rita Lee - talvez a artista que mais vendeu discos e ingressos na história do país -, por exemplo, é tido como algo digno de "diferentões" que mantêm uma estante abarrot